Rinite e sinusite

Afinal de contas, sinusite tem cura?

Afinal de contas, sinusite tem cura?

Nariz muito entupido, sensação de peso na cabeça e mal estar estão entre os sintomas desta doença que acomete pessoas de todas as idades

Motivo de sofrimento de milhões de pessoas em todos os locais do mundo, a sinusite pode realmente tirar a pessoa do sério!

Nariz muito entupido, catarro amarelado ou esverdeado (pode até ter sangue) saindo pelo nariz ou pela garganta, tosse, falta de apetite, diminuição do olfato e paladar, dor ou sensação de peso na cabeça ou no rosto, febre, mal estar, mau hálito, dor nos dentes superiores – tudo isso pode acontecer na sinusite.

Nos quadros bem iniciais, fica realmente difícil diferenciar se a sinusite é causada por vírus ou bactérias. Certamente, a avaliação global do quadro é que vai ajudar nesta diferenciação. O médico poderá então optar por um tratamento mais conservador, com soro fisiológico, inalações, antialérgicos ou até gotas para pingar no nariz. Muitas vezes o antibiótico é essencial, mas nem sempre.

Existem sinusites que são agudas, ou seja, com curto tempo de surgimento e evolução (até 3/4 semanas) e as sinusites crônicas (acima de três meses). Entre a aguda e a crônica existe a subaguda. Todas são situações diferentes, pois a sinusite aguda costuma ser muito acentuada e de curta evolução, enquanto a sinusite crônica é mais branda, mas muito mais prolongada.

Agora, para que o tratamento tenha cura, é necessário que se estabeleça ao máximo um bom diagnóstico do que pode estar causando o quadro. Veja abaixo as principais causas de sinusites agudas, subagudas e crônicas:

• gripes/resfriados
• rinite alérgica
• desvios do septo nasal
• aumento das conchas nasais (ou cornetos nasais)
• “carne esponjosa” (tecnicamente adenoide)
• pólipos nasais
• vício no uso de vasoconstrictores nasais
• morar ou trabalhar em ambientes desfavoráveis do ponto de vista respiratório: ar condicionado, poeira, umidade, mofo, produtos químicos, poluição etc.
• natação em piscinas aquecidas tratadas com cloro
• imunodeficiências diversas e várias outras causas também

Existem muitos recursos diagnósticos, como uma simples endoscopia de nariz (nasofibroscopia) ou mais complexos como a tomografia, ressonância magnética, etc e que podem ajudar a elucidar a causa exata do problema. Mas, nada substitui uma boa história clínica detalhada e um exame clínico minucioso.

A massiva maioria dos tratamentos são clínicos (com medicamentos e correções ambientais), mas também não se descartam em alguns casos, muito especiais, a cirurgia endoscópica funcional dos seios da face.

Com um diagnóstico da causa, a grande maioria das sinusites tem sim cura definitiva.

Não tenha receio de procurar o atendimento médico especializado, pois seu médico Otorrinolaringologista vai certamente te ajudar muito.

Sinusite? Eu hein! Nunca mais!

Chris Flores

Sobre o autor

Dr. Jamal Azzam

Dr. Jamal Azzam

Jamal Sobhi Azzam é médico formado pela Faculdade de Medicina da USP em 1986 e especialista em Otorrinolaringologia pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP.

Deixar um comentário

Clique aqui para deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.